MotorDream

Testes

Teste: Chevrolet Camaro 2014 - Dom da fúria

16/10/2013 13:18  - Fotos: Igor Macário/Carta Z Notícias
Envie por email

Teste: Chevrolet Camaro 2014 - Dom da fúria

Chevrolet Camaro 2014 ganha tecnologia e mantém o desempenho instigante


por Igor Macário
Auto Press
 
Nos Estados Unidos, o Camaro é o esportivo de entrada da Chevrolet, com a missão de concorrer diretamente com o Ford Mustang no segmento de “pony cars”. Por lá, o esportivo “de gente grande” da marca é mesmo o “top” Corvette. Já no Brasil, o Camaro é o modelo mais caro do portfólio da Chevrolet. E é também o solitário representante da esportividade da General Motors por aqui. Para a linha 2014 do Camaro, poucas modificações visuais e mais tecnologia a bordo. No mercado norte-americano, tais mudanças buscam manter o modelo como um ícone no imaginário de quem procura seu primeiro esportivo. Aqui, terão de expressar o máximo de adrenalina que um Chevrolet pode oferecer.
 
O perfil esportivo do Camaro continua praticamente igual. A frente ganhou traços mais afilados, com a grade mais estreita. Os faróis foram horizontalizados, a tomada de ar inferior cresceu e o ressalto no capô, que ganhou um extrator de ar quente, está mais “musculoso”. Atrás, as lanternas deixaram de lado os dois elementos circulares – inspirados diretamente no Corvette da geração anterior –, para adotar uma disposição nova, com três blocos de luzes retangulares e um ar mais elegante. O spoiler traseiro maior completa o visual instigante. 

 
A Chevrolet não fez qualquer alteração mecânica no modelo. O robusto V8 de 6.2 litros segue inalterado, com 406 cv a 5.900 rpm e expressivos 56,7 kgfm de torque a relativamente baixas 4.600 rotações. O câmbio da única versão a vir para o Brasil, a SS, continua o automático de seis marchas. O conjunto é capaz de levar o esportivo de zero a 100 km/h em 4,8 segundos e à velocidade máxima de 250 km/h limitados eletronicamente. O propulsor, o L99 Small Block e desenvolvido especificamente para o Camaro, tem concepção antiga, com comando de válvulas no bloco. No entanto, traz itens mais modernos, como desativação de cilindros para economia de combustível e comando variável.
 
O interior ganhou mais atenção em termos de tecnologia. A disposição dos comandos é a mesma, mas agora chama atenção no painel a tela sensível ao toque de sete polegadas do MyLink, novidade para 2014. Ela comanda o sistema de entretenimento, que oferece conexões USB e Bluetooth para celulares, GPS e exibe as imagens da câmara de ré – também nova. Além dela, outra telinha colorida passa a equipar o cluster de instrumentos com informações do computador de bordo. O head-up display, que projeta informações no parabrisa à altura dos olhos do motorista, também está mais completo e colorido.
 
As modificações modernizam o atual Camaro, que tem ainda alguns anos de estrada até a chegada da próxima geração. Até lá, ele segue como o modelo com mais de 400 cv mais barato à venda no Brasil, por R$ 210 mil. Não é pouco, mas ainda é cerca de metade do cobrado por esportivos de cavalagem semelhante por aqui. Essa é uma das receitas para se vender cerca de 90 unidades mensais do esportivo entre janeiro e setembro desse ano, acima das previsões da marca. Com o novo modelo, a intenção é manter o patamar de mil unidades anuais.

 
Primeiras impressões
 
Sangue nos olhos
 
Indaiatuba/SP – Com o Camaro, independentemente do local, mesmo uma “esticadinha” para ultrapassar um carro mais lento ou para pegar um sinal ainda verde se tornam um evento recheado de fúria, ronco estrondoso e corpos colados nos bancos. Ele, no entanto, não é arisco. O V8 de generosos 6.2 litros tem fartura de torque desde rotações bem baixas e quase não é necessário pisar no acelerador para que o esportivo deslanche. Para que o propulsor despeje toda sua força nas rodas traseiras, é preciso um pouco mais de força no pedal, e deixar claro para o carro que o desejo é potência. Aí sim, o escapamento ronca grosso e o cupê dispara.
 
Apesar das mudanças visuais para a linha 2014 não terem sido muito extensas, elas são significativas e dão uma percepção mais moderna ao modelo. A frente ficou mais afilada, com a grade mais estreita e faróis mais largos, mas que perderam a luz diurna em formato de aro nos projetores – o aspecto dos faróis novos é mais comum. Atrás, o modelo volta a ostentar as lanternas com três elementos luminosos horizontais do Camaro original – inspiração declarada da atual geração. A ligação com o icônico Corvette foi reduzida. O perfil é o mesmo, com volumes musculosos e bastante presença. A linha de cintura alta quase esconde os ocupantes e ajuda a fazer dele um ímã de olhares e câmaras fotográficas. No geral, a impressão que se tem é que se trata da mais harmônica expressão da atual identidade visual da marca.

 
Na pista circular do Campo de Provas da GM de Cruz Alta, no interior de São Paulo, a única opção era “atolar”o pé no acelerador e ver até onde o V8 levava o modelo. E nisso, o Camaro é especialista. Os 406 cv e o torque de 56,7 kgfm a 4.600 rpm – inalterados para 2014 – fazem o esportivo atingir os 130 km/h necessários para a faixa mais externa da pista chegarem bem rápido, mesmo com as trocas relativamente “calmas” do câmbio automático de seis marchas – os 100 km/h ficam para trás em 4,8 segundos. Dessa faixa até os 250 km/h de máxima, limitada eletronicamente e atingida em quinta marcha, são mais alguns segundos de emoção, acompanhados do inconfundível ronco de um V8 e a impressão de que ainda sobra motor para mais. 
 
O interior também ganhou novidades sutis. A mais expressiva é a adoção do MyLink, o já popular sistema de info-entretenimento da Chevrolet. A tela sensível ao toque de sete polegadas ajuda muito no controle das funções do aparelho e substitui o antigo display, digno de carros dos anos 90. O volante é novo e praticamente igual ao difundido pela linha brasileira da marca, o que facilita encontrar os comandos principais. Além disso, a grafia dos mostradores foi revista e tem melhor leitura, com números mais espaçados. O acabamento também está mais caprichado, com materiais de qualidade bem superior ao do modelo lançado em 2010. 
 

 
Ficha Técnica

Chevrolet Camaro SS
 
Motor:  A gasolina, dianteiro, longitudinal, 6.162 cm³, com oito cilindros em “V”, duas válvulas por cilindro e comando duplo de válvulas. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica sequencial.
Transmissão: Câmbio automático de seis marchas à frente e uma a ré. Tração traseira. Oferece controle de tração.
Potência máxima: 406 cv a 5.900 rpm.
Torque máximo:  56,7 kgfm a 4.600 rpm.
Aceleração de zero a 100 km/h: 4,8 segundos.
Velocidade máxima: 250 km/h.
Diâmetro e curso: 103,2 mm X 92 mm. Taxa de compressão: 10,8:1.
Suspensão: Dianteira do tipo Multilink com rodas independentes, subchassi e barra estabilizadora. Traseira do tipo Multilink com barra estabilizadora. Oferece controle de estabilidade.
Pneus: Na dianteira, 245/45 R20. Na traseira, 275/40 R20.
Freios: Discos ventilados na dianteira e na traseira. Oferece ABS.
Carroceria: Cupê em monobloco com duas portas e quatro lugares. Medidas: 4,83 metros de comprimento, 2,08 m de largura, 1,37 m de altura e 2,85 m de distância entre-eixos. Airbags frontais, laterais e de cortina de série.
Peso: 1.790 kg.
Capacidade do porta-malas: 320 litros.
Tanque de combustível: 71 litros.
Produção: Oshawa, Canadá.
Itens de série: Ar-condicionado automático, vidros, travas e retrovisores elétricos, airbags frontais, laterais e de cortina, freios ABS, bancos em couro, controle de estabilidade e tração, head-up display, rádio CD/MP3/USB/Bluetooth com tela sensível ao toque de sete polegadas, rodas de liga leve, alarme com comando na chave, partida remota, volante multifuncional, display central colorido, manopla do câmbio revestida em couro, câmara de ré, . 
Preço: R$ 210 mil.

Veja mais: Sonic e novo Agile ganham série de "efeito"





TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas