MotorDream

Ônibus e Caminhões

Scania comemora liderança entre caminhões pesados

19/05/2017 11:00  - Fotos: Divulgação
Envie por email

Apesar da recessão econômica, Scania se destaca entre os caminhões pesados com liderança do R 440

por Marcio Maio
Auto Press

A crise no mercado de caminhões assusta as fabricantes do setor há algum tempo no Brasil. Em 2017, a queda nas vendas já chega a 23,4%, em comparação com os primeiros quatro meses de 2016 – que já foi um ano péssimo para o setor. Nesse universo pouco animador, a Scania encontra motivos para comemorar. O principal é o fato de ser a fabricante do modelo mais vendido entre os pesados, o R 440, segundo dados fornecidos pela Fenabrave. 

O Scania R 440 possui um motor 13 litros de 440 cv que desenvolve torque de 234,5 kgfm a 1 mil rpm. Ele é oferecido nas configurações de roda 4X2, 6X2, 6X4 e 8X2 e tem vocação para aplicações de longas distâncias, com implementos baú, sider, carga seca, caçamba, contêiner, frigorífico, tanque e cegonha. Para a marca, na verdade, a linha de ascensão do R 440 começou bem antes. Mais precisamente, há cinco anos, quando foi lançado. “Ele é o pesado mais emplacado da era Euro 5, desde que a lei de emissões foi iniciada no Brasil, em janeiro de 2012”, afirma Victor Carvalho, diretor de Vendas de Caminhões da Scania no Brasil. No ranking da Fenabrave, dos 10 veículos pesados mais emplacados, outros três são Scania: o G 440, com 205 unidades; o P 310, com 179 exemplares; e o R 480, que teve 120 vendas. “A Scania é a única fabricante a ter quatro caminhões entre os 10 mais vendidos”, comemora Victor.

 

Já no balanço do quadrimestre, a Scania vendeu 1.407 unidades na faixa em que atua – acima de 16 toneladas, que abrange os caminhões semipesados e pesados. Um crescimento de 11,3%, se comparado com o mesmo período de 2016, quando a fabricante comercializou 1.264 unidades. O que mais estimula a marca é que, nesse período, esse mercado caiu 22,8%, enquanto a participação da Scania subiu de 12,2% para 17,5%. 

No segmento dos pesados, a marca vendeu 1.191 unidades. Alta de 10,2% em relação aos 1.081 modelos comercializados de janeiro a abril do ano passado. Enquanto que o mercado caiu 14,4%. A participação passou de 19,6% para 25,2% (maior evolução entre os competidores). Nos semipesados, as 216 unidades propiciaram um acréscimo de 18%, no comparativo com os 183 veículos de 2016, e foram na contramão da queda de 32,4% da categoria. A participação quase dobrou, de 3,8% para 6,6%.

“Em 2016, aumentamos a participação em todos os segmentos de atuação, de caminhões e ônibus. Elevar as vendas no momento de dificuldades econômicas do país revela que estamos no caminho certo”, avalia Victor Carvalho.

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas