MotorDream

Testes

Teste: Volvo S60 2019 - Passo à frente

06/11/2018 05:45  - Fotos: divulgação
Envie por email


Volvo aposta nas motorizações híbridas no sedã S60

por Hubén Royo
Autocosmos.com/México
Exclusivo no Brasil para Auto Press
 
Ninguém pode negar o bom momento que a Volvo está vivendo. Há alguns anos, a marca sueca, que fazia parte do Premier Automotive Group, da Ford, foi vendida barato para a chinesa Gelly. Para muitos, era o fim. De lá para cá, houve uma transformação radical em seu desempenho de mercado. O primeiro produto dessa nova era foi o XC90, que em 2016 recebeu o prêmio North American Truck of the Year, seguido do novo XC60, do S90 e do XC40, além das peruas V90 e V60. Agora, os holofotes estão no S60 2019: trata-se do primeiro modelo da marca a seguir a política da empresa de eliminar a propulsão diesel - o modelo vai se concentrar nas versões a gasolina e híbridas. É também o primeiro carro fabricado nos Estados Unidos na nova plataforma de Charleston. A expectativa é de que o carro chegue ao Brasil no segundo semestre do ano que vem.
O novo S60 2019 usa a plataforma SPA (Scalable Product Architecture). Ela tem como prioridade principal reduzir consideravelmente o peso dos veículos. Isso explica o motivo de a marca migrar para a utilização de mecânicas “reduzidas”, deixando de lado o desempenho. Outra característica dessa plataforma é a possibilidade de incorporação de trens de força híbridos com mais facilidade.
No caso da variante T6 AWD, o S60 carrega um propulsor de 2.0 litros twincharger com 316 cv, enviados às quatro rodas através de uma transmissão automática de oito velocidades. Um compressor mecânico funciona em regime de baixos giros, o que elimina o efeito turbo lag. Depois de um certo ponto, um turbocompressor passa a atuar. Assim, sempre há potência para sair adiante em qualquer circunstância. Certamente, há um momento em que o compressor e o turbo funcionam ao mesmo tempo, o que pode aumentar o consumo, mas esse é um fato raro e que permite acelerações suaves e constantes em toda faixa de rotação. Essa solução também foi utilizada pelo Grupo Volkswagen na primeira geração do motor 1.4 TFSI. No Brasil, a versão Sport do Audi A1, de 185 cv, usou este propulsor.
No novo S60, as versões de topo utilizam motorização híbrida. O T6 Twin Engine Plug-in Hybrid combina o mesmo motor da versão a gasolina com um elétrico para entregar 340 cv. Tem ainda o S60 Polestar T8 Twin Engine AWD Plug-in Hybrid, que desenvolve 415 cv. Nesses modelos, o motor a combustão envia a potência ao eixo dianteiro e o túnel de transmissão, onde ficaria o eixo cardã, passa a alojar um conjunto de baterias de íons de lítio que alimenta o motor elétrico – que, por sua vez, envia a potência exclusivamente ao eixo traseiro.
Portas adentro, o S60 2019 não traz muitas novidades. Ele se parece bastante com os outros modelos da gama da Volvo. Mas não decepciona: o acabamento é excelente e os materiais são de boa qualidade. Os destaques vão para os detalhes em alumínio no painel, para a tela central no formato vertical com funcionalidade similar à de um tablet, e para o painel de instrumentos digital, assim como head-up display colorido. Além disso, tem teto solar panorâmico, central com compatibilidade com Apple Carplay e Android Auto, e climatizador de três zonas para a versão T6 AWD e de duas zonas para o T8 Polestar (sacrifício pela montagem da bateria). Como opcional, há sistema de áudio da Bowers and Wilkins.
Como é tradição na marca, a segurança foi levada a sério. Além de airbags, ABS e ESP, o S60 2019 tem pacote City Safety de série, com sistema de frenagem automática e capacidade para reconhecer pedestres, ciclistas e animais de grande porte. Tem ainda sistema de reconhecimento da faixa de rolagem, sensor de ponto cego e sistema de condução semiautônoma até 130 km/h.
Nos Estados Unidos, o Volvo S60 2019 tem preços que começam em US$ 37 mil (cerca de R$ 140 mil) e alcançam US$ 56 mil (aproximadamente R$ 210 mil). A montadora sueca tem planos de trazer o modelo para o Brasil em junho de 2019, mas ainda não há previsão de preços para o mercado nacional.
 
 
Primeiras impressões

Geração potencializada

Los Angeles/EUA
– No percurso sinuoso da Mulholland Drive, o S60 T6 AWD demonstrou que se sai muito bem em curvas. Já não há mais a sensação de excesso de peso na dianteira, como ocorria na geração anterior. As acelerações são contundentes e o propulsor não demonstra falta de potência em nenhuma circunstância. Há muita agilidade e transmissão de segurança, o que o torna divertido de dirigir. Além disso, o carro é silencioso e a direção tem uma calibração equilibrada entre retroalimentação, rapidez e conforto.
Por sua vez, o S60 T8 Polestar mantém essas mesmas virtudes, mas ainda mais potencializadas. Um detalhe importante é o sistema de freios da marca Brembo, que se mostram ainda mais eficaz em seu funcionamento. Definitivamente, o carro é bastante rápido e transmite muita confiança para fazer as curvas em velocidades altas.
 

TRÂNSITO LIVRE

todos

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Para postar comentários é necessário ser cadastrado no nosso site. Deseja se cadastrar gratuitamente?

Motor Dream
MotorDream - Rua Barão do Flamengo, 32 - 5º Andar - Flamengo
Rio de Janeiro - RJ - Cep: 22220-080
Telefone: (21) 2286-0020 - Fax: (21) 2286-1555

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados.
GEO: -22.932985, -43.176320
Webroom Soluções Interativas